07 Ago 2015

10 dicas para ajudá-lo a Comprar um Imóvel

Categoria: Casa Própria

Poucas coisas são tão prazerosas como realizar o sonho da casa própria. Para que esse sonho seja possível é necessário estar atento a algumas situações que podem lhe pegar desprevenido.

Você está pensando em comprar um imóvel, mas ainda não decidiu a região? Não sabe quando é o período certo? Não está certo se o valor pedido é justo ou está acima do valor de mercado? Ainda não tem certeza se será um bom investimento com retorno em longo prazo? E como funciona o financiamento?

A seguir, daremos algumas sugestões de como ficar atento para concluir um bom negócio e evitar arrependimento.

Como fazer para o sonho da casa própria não virar pesadelo?

1. Economizar

Primeiro passo é você conseguir economizar o seu dinheiro. Reúna sua família e corte qualquer gasto que possa ser considerado supérfluo. Essa economia será necessária para os valores de entrada do financiamento imobiliário e para a documentação do seu imóvel. Quanto maior essa economia, melhor.

2. Pense antes de escolher

Defina o tipo de imóvel que você pretende adquirir. Antes de sair e pesquisar, é fundamental que você tenha em mente o imóvel ideal para seus sonhos e necessidades. Sair para pesquisar pode fazer com que você se encante com algo que na verdade é mais do que você precisa.

3. Saiba seus limites

Esteja atento ao seu limite de financiamento bancário. Também antes de ir pesquisar lugares e apartamento, é necessário que você tenha real noção de quanto conseguirá financiar para não passar aperto depois. Comece fazendo uma simulação de financiamento aqui.

4. Tenha dinheiro guardado

O ideal é que você tenha algum valor depositado, tanto para o valor de entrada como para algum imprevisto. Isso é importante para se precaver contra desemprego, casos de doença ou qualquer imprevisto que possa comprometer o pagamento das parcelas.

5. Pesquise atentamente

O ideal é que você siga os seguintes três passos: Primeiro, a pesquisa à distância (por fotos ou internet), a pesquisa ao vivo (ir até o local e o analisar atentamente) e, por último, a avaliação propriamente dita. Nesse terceiro passo, converse com amigos e conhecidos da área, coloque prós e contras no papel, reúna tudo que for de seu interesse e veja se vale o gasto. Consulte uma imobiliária que seja reconhecida em sua região para as melhores opções em imóveis. Você pode começar por aqui.

6. Pense um pouco mais

Analise se a localização da casa ou o apartamento em si, que você está cobiçando, configuram como um bom investimento futuro. É importante saber se o local é valorizado ou poderá ser numa futura negociação. Novamente, se preciso, converse com conhecidos do ramo. Essa informação pode ser importante para que você lucre em negociações futuras. Mesmo estando interessado em permanecer no imóvel por muito tempo, é importante estar atento ao dia de amanhã.

7. Procure boas recomendações

Veja com vizinhos, pessoas que você conheça que morem nos arredores. Muitas vezes você pode aprender com o erro do outro. Consulte depoimentos de outras pessoas que passaram pela mesma situação que a sua. Veja alguns depoimentos aqui.

8. Esteja atento aos custos extras

Mudança, reforma do imóvel, valores de seguros, custos de engenharia e escritura, tudo isso precisa estar bem contabilizado no seu orçamento. Fundamental é consultar um bom corretor de imóveis.

9. Evite confronto em negociações

Pode ser um ponto um pouco relativo, mas é importante ressaltar que, como em qualquer acordo, você precisa ser solicito e simpático para que o negócio saia. Não significa que isso vai necessariamente contar a seu favor, ninguém faz negócio apenas por simpatizar com o outro lado, mas um conflito pode atrapalhar a negociação ou te deixar em segundo plano caso exista outro interessado.

10.Não tenha receio de perguntar

Você irá morar no imóvel, então, é preciso ter noção do que está adquirindo. Não é obrigado a saber de tudo e deve mesmo se informar sobre sua mercadoria em questão. Mais uma vez a orientação de uma boa imobiliária e de um profissional do mercado imobiliário é fundamental.

Quer saber mais sobre financiamento habitacional? Clique aqui.