29 Mai 2015

O Minha Casa Minha Vida da Caixa Econômica Federal Acabou ?

Categoria: Financiamento

Por Ricardo Cubas.

Depois de impor uma série de restrições ao financiamento habitacional no país nas últimas semanas o governo acena com algumas medidas para socorrer o mercado imobiliário. No início de maio a Caixa Econômica Federal aumentou os juros dos financiamentos habitacionais que utilizam recursos da poupança (SBPE) no que foi seguida pelas demais instituições bancárias. Além dessa medida vieram outras mais restritivas, como diminuição dos percentuais máximos de financiamento e até a suspensão de contratos crédito em algumas agências. A explicação era a fuga maciça de recursos da poupança nos 4 primeiros meses do ano. Nesse período os saques superaram os depósitos em mais de R$ 30 bilhões. O medo e o caos se instalaram no mercado. Diversos clientes procuraram as imobiliárias e construtoras e os boatos se espalharam. Mas vamos aos fatos.

O Programa Minha Casa Minha Vida do governo federal não sofreu nenhuma alteração em suas regras de funcionamento. Houve uma redução no orçamento destinado ao Programa, mas nada que afete sua operacionalização. Assim especificamente em nossa região, os imóveis com valores até R$ 145 mil continuam sendo financiados pela Caixa, com juros de 4,5% ao ano. Mantêm-se também os subsídios que podem chegar até R$ 17.960,00 dependendo da renda.

Quer saber como funciona o Minha Casa Minha Vida clique aqui

Em Indaial e Timbó se encontram ótimos apartamentos com preços a partir de R$ 130 mil e com parcelas que podem iniciar em apenas 650,00, o valor de um aluguel. Todos financiados pelo Minha Casa Minha Vida.

Se você quer seu apartamento clique aqui

As maiores restrições de financiamento foram impostas aos imóveis com valores acima de R$ 145 mil. Especialmente para os imóveis com valores até R$ 200 mil o financiamento ficou mais difícil, mas não impossível. Mas agora o Governo Federal anuncia a liberação de R$ 22,5 bilhões dos depósitos compulsórios que os bancos são obrigados a manter no Banco Central para operações de Financiamento Habitacional. Vamos aguardar os próximos dias para ver o impacto dessas novas medidas na prática. Enquanto isso procure uma imobiliária de sua confiança e um profissional do mercado imobiliário para tirar sua dúvidas.

E se tiver um tempo dê uma olhada nesse texto: 10 Passos para comprar a casa própria.

Ricardo Cubas é corretor de imóveis, perito avaliador e estudioso do mercado imobiliário.